Referências Bibliográficas

ADORNO, T. Educação após Auschwitz: educação e emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

 

AITH, F. M. A.; ROTHBARTH, R. O estatuto jurídico das águas no Brasil.  Estudos Avançados, São Paulo, v. 29, n. 84, p. 163-177, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v29n84/0103-4014-ea-29-84-00163.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

ALMEIDA, F. H. M. Noções de direito administrativo. São Paulo: Edições Saraiva, 1956.

 

AMARAL, V. Redes operativas e grupos operativos: aproximações. Disponível em: < https://www.academia.edu/26995718/Redes_operativas_e_grupos_operativos-_aproxima%C3%A7%C3%B5es_1.pdf > Acesso em: 25 mar/2018.

 

AMIN, S. Más allá del capitalismo senil: por un siglo XXI no norteamericano. Buenos Aires: Paidós, 2003.

 

ANA. Agência Nacional de Águas. Guia nacional de coleta e preservação de amostras - água, sedimento, comunidades aquáticas e efluentes líquidos. Brasília, 2011. Disponível em: http://arquivos.ana.gov.br/institucional/sge/CEDOC/Catalogo/2012/GuiaNacionalDeColeta.pdf . Acesso em: 03 mai/2017.

 

ANA. Agência Nacional de Águas. Portal nacional da qualidade das águas (PNQA). Disponível em: http://pnqa.ana.gov.br .  Acesso em: 05 jan. 2018

 

ARNSTEIN, S. R. Uma escada da participação cidadã. Revista da Associação Brasileira para o Fortalecimento da Participação – PARTICIPE, 2002. Disponível em: http://aeessp.org.br/escada.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

AVELAR, L. Participação política. In: AVELAR, L. & CINTRA, A. O. (orgs.). Sistema Político Brasileiro – uma introdução. Konrad Adenauer Stiftung/ Unesp, 2004.

 

AYERS, R.S. Calidad del agua para la agricultura. Roma: FAO, 1984

 

BABBIE, E. The Basics of Social Research. 5. ed. Wadsworth, Cengage Learning, 2011.

 

BAKER, P. Bill Clinton's legacy. The Washington post. Consultado em 13 de dezembro de 2018 e Disponível em: http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/content/article/2008/02/02/AR2008020202521.html . Acesso em: 13 dez/2018.

 

BARAN, P. On Distributed Communications: I. Introduction to Distributed Communications Networks. Santa Monica: RAND Corporation, 1964.

BAUMAN, Z. O mal estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar, 1998.

 

BECHARA, F. C. et al. Unidades demonstrativas de restauração ecológica através de técnicas nucleadoras de biodiversidade. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 5, supl. 1, p. 9-11, jul. 2007.

 

BOBBIO, N. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campus, 1992.

 

BONABEAU, E.; DORIGO, M.; THERAULAZ, G. Swarm Intelligence: from natural to artificial systems. Oxford University Press, Inc. New York, NY,1999.

 

BRAGA, E. Política do algoritmo. Piseagrama, Belo Horizonte, n. 9, p. 28 - 35, 2016.

 

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil 1988. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm >. Acesso em: 15 jun/2018.

 

BRASIL. Casa Civil. Código civil. Lei Nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002.  Disponível em:  http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10406compilada.htm . Acesso em: 15 jun/2018.

 

BRASIL. Casa Civil. Novo código florestal brasileiro. Lei Federal nº 12.651, de 25 de maio de 2012. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm . Acesso em: 16 jun/2018

 

BRASIL. Casa Civil. Lei Federal nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9433.htm . Acesso em: 03 mai/2017.

 

BRASIL. Casa Civil. Lei Federal nº 11.445, de 5 de janeiro de 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11445.htm . Acesso em: 15 jun/2018.

 

BRASIL. Casa Civil. Lei Federal nº Lei 13.460/2017, de 26 de Junho de 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/Lei/L13460.htm . Acesso em: 23 fev/2018.

 

BRASIL. Casa Civil. Decreto nº 8.243 de 23 de maio de 2014. Institui a Política Nacional de Participação Social - PNPS e o Sistema Nacional de Participação Social – SNPS. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Decreto/D8243.htm . Acesso em: 22 jan/2018.

 

BRASIL. Casa Civil. Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Disponível em:  http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9605.htm . Acesso em: 15 out/2017.

 

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 357. CONAMA. 17 de março de 2005. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=459 . Acesso 16 jun/2018

 

BRASIL. Casa Civil. Lista de espécies ameaçadas de extinção. Instituto Chico Mendes. Ministério do Meio Ambiente. Disponível em: < http://www.icmbio.gov.br/portal/faunabrasileira/lista-de-especies >. Acesso em 01 jan/2018.

 

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Secretaria Nacional de Defesa Civil. Banco de dados e registros de desastres: Sistema Integrado de Informações sobre Desastres - S2ID. 2013. Disponível em: https://s2id.mi.gov.br/paginas/atlas/ . Acesso em: 03 mai/2017.

 

CANO, C. B. Modelo para análise de organizações que operam em espaço cibernético. 1999. 175 f. Tese (Doutorado em Administração) - Escola de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1999. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/2227/000270671.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

CANTU, C. História universal. São Paulo: Ed. das Américas, 1968.

 

CARNEIRO, F. F. et al. Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular, 2015.

 

CAPRA, F. As conexões ocultas. São Paulo: Cultrix, 2002.

 

CBH SMT. Comitê de Bacia Hidrográfica dos Rios Sorocaba / Médio Tietê – UGRHI 10. Relatório zero e caracterização geral da bacia. CBH‐SMT, 2000.

 

CHEN, S.; KAMBAYASHI, Y.; SATO, H. Multi-agent applications with evolutionary computation and biologically inspired technologies: Intelligent techniques for ubiquity and optimization. 2010. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/291325328_Multi-agent_applications_with_evolutionary_computation_and_biologically_inspired_technologies_Intelligent_techniques_for_ubiquity_and_optimization/download . Acesso em: 25 abr/2019.

 

COLLINS, A.; JONES, S.; MANYENA, B.; JAYAWICKRAMA, J. Hazards, risks and, disasters in society. Amsterdam: Elsevier, 2007.

 

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS DOS RIOS PCJ. Eventos extremos, caminhos para a solução do consórcio PCJ, 2015. Disponível em  http://agua.org.br/wp-content/uploads/2015/07/documento-final.pdf . Acesso em: 03 mai/2017.

 

CRUTZEN, P. J.; STOERMER, E. The “Anthropocene. The International Geosphere– Biosphere Programme (IGBP): a study of global change of the international council for science (ICSU), n. 41, p.17-18, 2000.

 

DAEE. Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo. Serviços. hidrologia. Banco de dados hidrológicos. Disponível em: http://www.hidrologia.daee.sp.gov.br . Acesso em: 29 jan/2019

 

DAHL, R. Poliarquia: participação e oposição. São Paulo: Ed. da Universidade de São Paulo, 1997.

 

DAUB, M.; WIESINGER, A. Acquiring the capabilities you need to go digital. McKinsey business functions. Disponível em: https://www.mckinsey.com/business-functions/digital-mckinsey/our-insights/acquiring-the-capabilities-you-need-to-go-digital .  Acesso em:  10 nov/2018

 

DE SORDI, J.; REED, O.; NELSON, R.; MEIRELES, M.; SILVEIRA, M. A. Development of digital products and services: proposal of a framework to analyze versioning actions. European Management Journal, Oxford, 15 p., 2016. Disponível em: http://iranarze.ir/wp-content/uploads/2017/01/E3255.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

DI MAURO, C. A. Mesa Redonda Políticas Públicas para a Gestão de Recursos Hídricos. In: XI ENANPEGE - Diversidade da geografia brasileira: escalas e dimensões da análise e da ação. UNESP, Presidente Prudente, 2015.

 

EBERHART, R. C.; KENNEDY, J. A new optimizer using particle swar theory. In: PROCEEDINGS OF THE INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON MICRO MACHINE AND HUMAN SCIENCE, 6, 1995, Nagoya, 1995. p. 39-43.

 

EGOV. Eletronic Government: Second Internacional Conference. Praga: Springer-Verlag Berlin Heidelberg, 2003

 

EQUADOR. Constituição (2008). Constituição da República do Equador: promulgada em 28 de setembro de 2008 Disponível em < https://www.gob.ec/sites/default/files/regulations/2018-11/constitucion_de_bolsillo.pdf > Acesso em dez/2018.

 

FEDERICI, S. Feminism and the Politics of the Commons. The Commoner. Disponível em < http://www.commoner.org.uk/wp-content/uploads/2011/01/federici-feminism-and-the-politics-of-commons.pdf > Acesso em jan/2018.

 

FOLKE, C.; COLDING, J.; BERKES, F. Building resilience for adaptive capacity in social-ecological systems. In: Navigating Social-Ecological Systems: building resilience for complexity and change. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

 

FOUCAULT, M. De espaços outros. Estudos Avançados, São Paulo, v. 27, n. 79, p. 113-122, 1 jan. 2013. Disponível em: http://escolanomade.org/wp-content/downloads/foucault-de-outros-espacos.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

FRANCO, A. Bem vindos aos novos mundo fluzz. Escola de Redes, 2013. Disponível em: http://escoladeredes.net/group/fluzz/page/bem-vindos-aos-novos-mundos-fluzz . Acesso em: 01 mai/2018.

 

FRANCO, A. Cada um no seu quadrado. Escola de Redes, 2009. Disponível em: http://escoladeredes.net/profiles/blogs/cada-um-no-seu-quadrado Acesso em: mai/2018

 

FREEZE, R. A.; CHERRY, J. A. Groundwater. New York: Prentice Hall, 1979.

 

FREITAS, R. A política de combate à pobreza e as agências multi-laterais: um estudo comparativo entre o Brasil e o México nas décadasde 80 e 90. 2004. 409 p. Tese (Doutorado em Sociologia Politica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/87453/205187.pdf . Acesso em: 25 abr/ 2019.

 

FUKS, M.; PERISSINOTO, R; RIBEIRO, E. Cultura política e desigualdade: o caso dos conselhos municipais de Curitiba. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, n. 21, p. 125-145, 2003.

 

FUKS, M.; SOUZA, N.; PERISSINOTO, R. Participação e processo decisório em alguns conselhos gestores de Curitiba. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba, v. 105, n. 105, p. 75-100, 2003.

 

FUKS, M.; PERISSINOTO, R. Recursos, decisão e poder: conselhos gestores de políticas públicas de Curitiba. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 21, n. 60, p. 67-81, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v21n60/29761.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

FUKUOKA, M. A Revolução de uma palha: uma introdução à agricultura selvagem‎. Porto: Ed. Via Optima, 2008.

 

FUNDESPA. Fundação de Estudos e Pesquisas Aquáticas – Plano diretor ambiental de Porto Feliz, SP. 2017. Disponível em: https://pt.calameo.com/books/004719954ad03ae6eb1af . Acesso em: 25 abr/2019.

 

GARNIER, S.; GAUTRAIS, J.; THERAULAZ, G. The biological principles of swarm intelligence. 2007. Disponível em: https://pleiad.cl/_media/bic2007/papers/swarm-intelligence-bio-principles.pdf Acesso em: 25 abr/2019.

 

GEERTZ, C. Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura”. interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

 

GLOTZ, G. A cidade grega. São Paulo: Difel, 1980.

GONZALEZ, J. L.; MANSSOUR, I. H. Introdução à linguagem de programação MosML. 2001. Disponível em https://www.inf.pucrs.br/manssour/MosML/index.html Acesso em: 12 jan/2019.

 

GONZALES, P. et al. The TIMSS videotape classroom study: methods and findings from an exploratory research project on eighth-grade mathematics instruction in Germany, Japan, and the United States. Washington: U. S. Government Printing Office, 1999. National Center for Education Statistics Report, No. NCES 99-0974.

 

HAUCK, J. C. R. Think tanks: quem são, como atuam e qual seu panorama de ação no Brasil. 2015. 198 f. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2015. Disponível em:   http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/handle/1843/BUBD-A8ZN9P/disserta__o_juliana_hauck_tts_no_brasil.pdf?sequence=1 . Acesso em: 25 abr/2019.

 

HARDT, M.; NEGRI, A. Multitude: war and democracy in the age of empire. New York: Penguin, 2004.

 

HOLLIDAY, O. J. Para sistematizar experiências. 2. ed. Brasília: MMA, 2006.

 

HÖLLDOBLER, B.; WILSON, E. O. The ants. Cambridge: Belknap Press of Harvard University Press, 1990.

 

HÖLLDOBLER, B.; WILSON, E. O. The Superorganism. New York: W.W. Norton & Company, 2009.

 

IBAMA, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente. Roteiro metodológico de planejamento: Parque Nacional, Reserva Biológica e Estação Ecológica. Brasília, 2002. Disponível em: http://www.funbio.org.br/wp-content/uploads/2014/02/Roteiro__versao_finalizada_2011_1.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Porto Feliz: Panorama. 2010, 2017 e 2018. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sp/porto-feliz/panorama . Acesso em: 01 mar/2018.

 

ILLICH, I. O direito ao desemprego criador: a decadência da idade profissional.  Madrid: Alhambra, 1978.

 

ILLICH, I. A expropriação da saúde: nêmesis da medicina. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1975.

 

INC, Z. A. Zigbee home automation public application profile. ZigBee Document 053520r26 v. 1.1, n. 26, p. 1, 2010. Disponível em:   https://www.zigbee.org/zigbee-for-developers/applicationstandards/zigbeehomeautomation/ . Acesso em: 6 mar/2018.

 

 

IPCC. Summary for policymakers. In: QIN, G. K. et al. (ed.). Climate change 2013: the physical science basis. Cambridge: Cambridge University Press, 2013.

 

JACINTHO, C. R. S. A agroecologia, a permacultura e o paradigma ecológico na extensão rural: uma experiência no assentamento colônia I – Padre Bernardo - Goiás. 2007. 139 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2007. Disponível em: http://orgprints.org/21831/1/Jacintho_Agroecologia.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

JENSEN, C. B.; RÖDJE, K. Deleuzian intersections: science, technology, anthropology. Oxford: Berghahn Books, 2010.

 

JOHNSON, S. Cultura da interface. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

 

JOHNSON, S. Emergência: a vida integrada de formigas, cérebros, cidades e softwares.  Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

 

JOHNSON, S. De onde vêm as boas idéias. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

KIM, A. Putting the fun in the functional: applying games mechanics to social media. Disponível em:  http://www.slideshare.net/amyjokim/fun-in-functional-2009-presentation . Acesso em: 15 mar/2018.

 

LÉVY, P. A inteligência coletiva. São Paulo: Edições Loyola, 2000.

 

LÉVY, P. O que é virtual? Rio de Janeiro: Editora 34, 1996.

 

LINEBAUGH, P. Stop, thief! the comons, enclosures, and resistance. Oakland: PM Press, 2014.

 

LIPTON, M. Reviving global poverty reduction - what role for genetically modified plants? Sir John Crawford Memorial Lecture, CGIAR International Centers Week, 28 October 1999, Washington, D.C. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/259762162_Reviving_Global_Poverty_Reduction_What_Role_for_Genetically_Modified_Plants/download . Acesso em: 25 abr/2019.

 

MANCE, E. A. Teorias de rede - introdução conceitual e elementos organizativos. IFIL, Rio Grande do Sul, 2012. Disponível em: http://euclidesmance.net/docs/teorias_de_rede.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

MARTINS, B. C. Autoria em rede: um estudo dos processos autorais interativos de escrita nas redes de comunicação. 2012. 155 f. Tese (Doutorado em Ciência da Comunicação) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-31082012-103436/pt-br.php . Acesso em: 25 abr/2019.

 

MARTINS, B. C. Baia Hacker Space – da contracultura à permacultura. Espaço Em Rede, 2017. Disponível em http://www.em-rede.com/site/p2p/baia-hacker-space-–-da-contracultura-à-permacultura . Acesso 20 fev/2018.

MATURANA, H. R.; VARELA, F. J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Pala Athenas, 2001.

 

MEDINA, E. Cybernetic revolutionaries: technology and politics in Allende's Chile. Cambridge: MIT Press, 2011.

MILLS, W. A elite do poder. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

 

MOROZOV, E. The real privacy problem. Disponível em: https://www.technologyreview.com/s/520426/the-real-privacy-problem/ . Acesso em: 3 mai/2017.

 

ONU. Nações Unidas. Declaração de Viena. 1992c. Disponível em:  http://www.ohchr.org/EN/ProfessionalInterest/Pages/Vienna.aspx . Acesso em: 15 jun/2018.

 

ONU. Nações Unidas. Assembleia Geral das Nações Unidas. Resolutions harmony with nature. Disponível em:  http://www.harmonywithnatureun.org/rightsofnature.html . Acesso: 02 jan/2018.

 

ONU. Nações Unidas. Assembleia Geral das Nações Unidas. Manual prático para a realização dos direitos humanos à água e ao saneamento pela relatora especial da ONU, Catarina de Albuquerque, Portugal 2014 ISBN: 978-989-20-4980-9. Disponível em: https://www.ohchr.org/Documents/Issues/Water/Handbook/Book5_Monitoring_pt.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

ONU. Nações Unidas. E-Government in the Philippines. ASPA, 2002.

 

ONU. Nações Unidas. Pesquisa sobre governo eletrônico 2010: incentivando ferramentas de governo eletrônico durante um período de crise financeira e econômica. Disponível em: http://www2.unpan.org/egovkb/global_reports/10report.htm . Acesso em: 20 mar/2018.

 

ONU. Nações Unidas. Estudo sobre governo eletrónico da organização das nações unidas 2018 - orientar o governo eletrónico para apoiar a transformação rumo a sociedades sustentáveis e resilientes. Disponível em: https://publicadministration.un.org/egovkb/Portals/egovkb/Documents/un/2018-Survey/E-Government%20Survey%202018_Portuguese.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

OXFAM. Hora de mudar: Desigualdade e sofrimento humano nas cadeias de fornecimento dos supermercados. 2018. Disponível em: https://www.oxfam.org.br/sites/default/files/arquivos/a_hora_de_mudar_resumo_pt-br_final.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

PAULSON, L. ML for the working programmer. Cambridge: Cambridge University Press, 1986.

 

 

PICKERING, A. Cybernetics. Exeter: University of Exeter, 2015 Disponível em: https://doi.org/10.1016/B978-0-08-097086-8.85005-9 . Acesso em: 25 abr/2019.

 

PIOVESAN, A; TEMPORINI, E R. Pesquisa exploratória: procedimento metodológico para o estudo de fatores humanos no campo da saúde pública. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 29, n. 4, p. 318-325,1995. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101995000400010&lng=en&nrm=iso >. Acesso em 25 fev/2019.

 

PLOWES, N. An introduction to eusociality. Nature Education Knowledge. 2010. Disponível em: https://www.nature.com/scitable/knowledge/library/an-introduction-to-eusociality-15788128 . Acesso em: 25 fev/2019.

 

PNUMA. Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Ecosystems and human well-being - opportunities and challenges for business and industry. Washington: World Resources Institute, 2005. 32 p. Disponível em:   http://www.millenniumassessment.org/documents/document.353.aspx.pdf . Acesso em: 21 abr/2017.

 

PORTO FELIZ (Prefeitura Municipal). Lei Municipal nº 3671, de 18 de dezembro de 1998. Dispõe sobre a criação da Área de proteção ambiental da bacia Hidrográfica do Ribeirão Avecuia. Porto Feliz, 1998. Disponível em: https://www.saaepfz.com.br/SAAE/upload/Legislacao/lei_apa_avecuia_e_suas_alteracoes%20(9).pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

PORTO FELIZ (Prefeitura Municipal). Lei Municipal nº 4170, de 25 de outubro de 2004. Dispõe sobre a criação da área de proteção ambiental da bacia hidrográfica do Ribeirão Engenho D’Água, 2004. Disponível em: http://www.docvirt.com/WI/hotpages/hotpage.aspx?bib=CD_Porto&pagfis=9978&pesq=lei+4170+porto+feliz&url=http://docvirt.com/docreader.net . Acesso em: 25 abr/2019.

 

PORTO FELIZ (Prefeitura Municipal). Pregão n. 68/2013, Processo n. 2456/2013 da Prefeitura do Município de Porto Feliz.

 

PRIMACK, R. B.; RODRIGUES, E. Biologia da conservação. São Paulo: Planta, 2011.

 

QUINTÃO, A. F. Vulnerabilidade socioambiental e de saúde da população dos municípios mineiros aos impactos das mudanças climáticas. 2017. 597 f. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Ministério da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Belo Horizonte, 2017. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/xmlui/bitstream/handle/icict/19455/Tese_EPI_AnaFl%c3%a1viaQuint%c3%a3oFonseca.pdf?sequence=2&isAllowed=y . Acesso em: 25 abr/2019.

 

REID, C. R. et al. Army ants dynamically adjust living bridges in response to a cost–benefit trade-off. Proceedings of the National Academy of Sciences, Washington, v. 112, n. 49, p. 15113, 2015.

 

RODRIGUES, P. C. de S. Governança e regulação transnacional privada: os limites do sistema agroindustrial da soja. 2013. 149 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8131/tde-02072014-114024/pt-br.php . Acesso em: 25 abr/2019.

 

SAMTEN, P. A roda da vida: – como caminho para a lucidez. São Paulo: Peirópolis, 2010.

 

SANTOS, E. E. et al. Modeling insider threat types in cyber organizations. In: IEEE International Symposium on Technologies for Homeland Security, Hst. Waltham: IEEE, 2017.

 

SANTOS, J. R. Recarga do sistema Aquífero Guarani em área de afloramento em Bofete-SP entre 2012 e 2016. Dissertação (Mestrado em Gestão de Reguação em Recursos Hídricos) – Faculdade de Engenharia, Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2018. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/180480/santos_jr_me_ilha_sub.pdf?sequence=6&isAllowed=y . Acesso em: 25 abr/2019.

 

SÃO PAULO (Estado). Lei Estadual n°9.866, de 28 de novembro de 1997. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, v. 107, n. 230, 29 nov/1997.

 

SÃO PAULO (Estado). Lei Estadual nº 7.663, de 30 de dezembro de 1991. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, v. 101, n. 247, 31 dez/1991

 

SCHWARTZMAN, S.; REIS, E. Pobreza e exclusão: aspectos sócio-políticos. In: As causas da pobreza. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

 

SIAU, K.; LONG, Y. Using social development lenses to understand e-government development. Journal of Global Information Management, Hershey, v. 14, n. 1, p. 47-62, 2006.

 

SMARIERI, E. S. Tecnologia e ambiente na permacultura: perspectivando a crise socioambiental. Campinas, SP, 2018.

 

SMIT, B.; WANDEL, J. Adaptation, adaptive capacity and vulnerability. Global Environmental Change, Oxford, v. 16, n. 3, p. 282-292, 2006.

 

SOLNIT, R. A paradise built in hell: the extraordinary communities that arise in disaster. New York: Penguin, 2010.

 

STEFFEN, G. P. K.; STEFFEN, R. B. Contaminação do Solo e da água pelo uso de agrotóxicos. Tecno-lógica, Santa Cruz do Sul, v. 15, n. 1, p. 15-21, 2011.

 

THEODORSON, G. A.; THEODORSON, A. G. A modern dictionary of sociology. London: Methuen, 1970.

 

 

THOMSON, E. E.; CARRA, R.; NICOLELIS, M. A. L. Perceiving invisible light through a somatosensory cortical prosthesis. Nature Communications, v. 4, p. 1482, 12 fev. 2013. Disponível em: https://www.nature.com/articles/ncomms2497 . Acesso em: 25 abr/2019.

 

TSE, L. Tao Te Ching. [s.l.] Mauad Editora, 2011.

 

UNISDR. Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres. Estratégias Internacionais de Redução de Desastres (EIRD). Disponível em: http://eird.org/americas/index-eng.html . Acesso em: 25 abr/2017.

 

VIANNA, Y. et al. Gamification, Inc: como reinventar empresas a partir de jogos. Rio de Janeiro: MJV Press, 2013.

 

YI, L.; JAN, D.; MATTHEW, G.; YANGFAN, L.; MARTIN K. Adaptive capacity-based water quality resilience transformation and policy implications in rapidly urbanizing landscapes. Science of the Total Environment, Amsterdam, v. 569/570, p. 168-178, 2016.

 

ZALASIEWICZ, J. et al. The geological cycle of plastics and their use as a stratigraphic indicator of the Anthropocene. Anthropocene, Paris, v. 13, p. 4-17, 2016.

 

ZOTTI, A. L. Engajamento de gestores públicos e cidadãos através de uma métrica baseada em elementos de gamificação. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/129588/331637.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 25 abr/2019.

 

WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Cia das Letras, 2004.

 

WEILL, P.; WOODHAM, R.  Don’t just lead, govern: implementing effective IT governance. Cambridge: CISR, 2002. Work Papers, 326.

 

WEILL, P.; ROSS, J. W. Governança de tecnologia da informação. São Paulo: M. Books, 2006.

 

WEILL, P.; WOERNER, S. L. Optimizing your digital business model. MIT Sloan Management Review, Cambridge, v. 54, n. 3, p. 71-79, 2013. Disponível em: https://demanddrivenceonetwork.files.wordpress.com/2013/03/mit-digital-business-model.pdf . Acesso em: 25 abr/2019.

 

WILSON, E. O. The insect societies. Cambridge: Belknap Press of Harvard University Press, 1971